Começa o I Seminário SindMédico-DF

Perspectivas para o exercício da atividade médica no Brasil é tema do evento 

Dois alertas foram feitos nesta quinta-feira (9) aos médicos que atuam na saúde suplementar, na primeira noite do I Seminário SindMédico-DF. Primeiro a se apresentar, o presidente da Associação de Médicos dos Hospitais Particulares do Distrito Federal (AMHPDF), Joaquim Fernandes, destacou a concentração do mercado nas mãos das operadoras mais ricas, que estão promovendo uma verticalização – criando estruturas próprias de atendimento aos seus beneficiários e descredenciando a rede de prestadores de serviço.

O advogado Marcos Vinícius Ottoni, avisou que, depois da votação da reforma da Previdência, a Receita Federal vai voltar a bater forte na questão da pejotização. Médicos que têm pessoa jurídica constituída apenas para substituir relação de emprego continuarão entre os alvos preferenciais do Fisco.

A substituição do modelo de pagamento de prestação de serviço por um sistema baseado em desempenho e por pacote de serviço foram duramente criticadas pelo presidente da AMHPDF e pelo advogado. “Se chegar ao ponto de haver recusa de procedimento por se chegar ao limite do ‘pacote’ pode haver responsabilização judicial do profissional”, indicou Marcos Ottoni.

O advogado também chamou a atenção dos presentes para a modalidade de prestação de serviço em sistema de coworking. “Em caso de judicialização, até o dono do imóvel em que foi feito o atendimento questionado, mesmo não tendo participação ativa, pode ser chamado a responder o processo”, apontou.

Joaquim ressaltou que a AMHPDF teve de fazer um investimento em infraestrutura, com departamento jurídico, de contratos e de parametrização, para melhor defender os associados nas negociações com as operadoras. “O médico que entra no mercado, não está preparado para lidar com todos esses trâmites. As demais instituições médicas precisam se juntar ao SindMédico nessa iniciativa de conscientizar e ajudar o médico a enfrentar a realidade de mercado que está se desenhando”, afirmou.

Atividades continuam até o dia 30

O I Simpósio SindMédico continua até o fim do mês, com atividades nos dias 16, 21 e 30, sempre começando às 20h. As palestras são seguidas de coquetel e confraternização.

A partir da próxima semana, as palestras serão transmitidas pela página do Sindicato no Facebook e pelo canal do YouTube. Quem participa ao vivo, tem a vantagem de poder debater com os palestrantes. As inscrições são gratuitas.

Confira a programação:

16/05 (quinta-feira) A participação do médico na política

Deputado Hiran Gonçalves (confirmado)

21/05 (terça-feira) A atividade médica no cenário da indústria da saúde no Brasil

Lígia Bahia - UFRJ/CEBES (confirmada)

 30/05 (quinta-feira) O médico e o burnout: uma nova abordagem a um velho problema

Lilian Graziano (Instituto de Psicologia Positiva e Comportamento/SP)

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS