Recadastramento de servidores ativos fica para o segundo semestre

Esta é a segunda vez que o governo altera a data para a atualização 

O Governo do Distrito Federal (GDF) adiou, pela segunda vez, o recadastramento de servidores ativos. A atualização dos dados deveria começar, segundo a Portaria 575/18, em março. No entanto, por motivos técnicos, a data foi alterada para o segundo semestre deste ano, sem dia/mês definido ainda.

A atualização atende a uma recomendação do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF). O último recadastramento ocorreu em 2011.

Importante: Assim que a nova data for divulgada pelo GDF, o procedimento deverá ser feito pelo módulo de Recadastramento do site www.gdfnet.df.gov.br. Os que possuem mais de um vínculo com o GDF se recadastrarão apenas uma vez e é necessário que a chefia imediata confirme a lotação do servidor. Ao final da atualização, o sistema emite uma mensagem informando que o recadastramento está concluído ou que foi concluído com pendências. Nesse último caso, é necessário que o servidor acrescente ou corrija informações indicadas.

Aposentados e Pensionistas

Para os aposentados e pensionistas, a data de recadastramento continua igual a previsão do GDF: desde janeiro deste ano. Esses devem fazer prova de vida nas agências do Banco de Brasília (BRB). Quem estiver incapacitado de comparecer pode fazer agendamento especial. Quem estiver fora do Distrito Federal, deverá fazê-lo em cartório, consulado ou embaixada e encaminhar o documento autenticados por Correio - SCS Quadra 09, Torre B, 1º andar, Edifício Parque Cidade Corporate, Asa Sul, Brasília/DF - CEP: 70308 200.

Documentos obrigatórios: comprovante de residência atualizado, documento de identidade com foto e CPF, PIS/PASEP/NIT.

Documentos desejáveis de aposentados: título de eleitor, ato de concessão de aposentadoria, CPF e certidão de nascimento dos dependentes, certidão de casamento.

Documentos desejáveis de pensionistas: certidão de casamento e/ou nascimento, certidão de óbito do instituidor da pensão e número do CPF do instituidor da pensão.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS