SindMédico repudia declarações atribuídas a Okumoto

Entrevistas do indicado do governador eleito aumentam preocupação com o destino da gestão da Saúde

O Sindicato dos Médicos do Distrito Federal repudia as declarações atribuídas pela imprensa local ao chefe da Secretaria Nacional de Vigilância em Saúde, Osnei Okumoto, indicado para ocupar o cargo de Secretário de Saúde do Distrito Federal pelo governador eleito, Ibaneis Rocha.

Em apenas dois dias de entrevistas, os veículos de comunicação já noticiam a criação de sistema de vigilância de produtividade dos médicos e demais servidores da Saúde com equipamento de vídeo – o que fere a intimidade do paciente e o sigilo profissional – e a adoção de “modelo de saúde próprio para cada região do DF”.

Os absurdos contidos nessas notícias, além da indignação que provocam no conjunto dos servidores já desgastados pelos desmandos e erros da atual gestão, reforçam a preocupação com os destinos da gestão da saúde pública do Distrito Federal no governo que se iniciará em janeiro próximo.

Não há espaço para leviandades ou mal-entendidos no atual momento, no qual se buscam mudanças positivas na condução da saúde pública do Distrito Federal, a recuperação das condições de trabalho e de assistência digna à população.

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS